Pós-Covid19: como detectar e tratar os sintomas mais persistentes

Mesmo após o diagnóstico de cura da COVID-19, é comum ouvir relatos de pacientes que ainda sentem alguns dos sintomas, de forma persistente, segundo dados recentes da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás.

Até pelo fato de ser muito recente, ainda não existem estudos clínicos aprofundados sobre a persistência destes sintomas, ou seja, as causas ainda podem ser desconhecidas, mas a boa notícia é que a FISIOTERAPIA pode amenizar a intensidade de alguns destes sintomas.


O CDC dos Estados Unidos (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), apontam que 35% dos adultos que contraíram COVID relataram sintomas persistentes, ou seja, não voltaram ao seu estado natural de saúde num período que varia entre uma a seis semanas.



E quais são os sintomas pós-COVID mais comuns? Então, conheça agora os sintomas persistentes PÓS-COVID:


Cansaço

O cansaço físico obteve alta classificação no relatório do CDC, bem como em uma pesquisa com 1.567 recuperados da Covid-19, conduzida pela Universidade de Indiana, nos EUA.


Dificuldade respiratória

Falta de ar e d